Barbixas e o RPG

Os Barbixas e o RPG: como se tornar um mestre/narrador melhor?

Publicado por

Torne-se um narrador melhor com as dicas usadas por uma das melhores companhias de humor do Brasil!

Você conhece o grupo “Os Barbixas”, certo? Não? Os Barbixas é um grupo de humor que enche os teatros por onde passam, utilizando-se da improvisação para divertir a plateia. E eles podem te dar lições interessantíssimas para você se tornar um mestre melhor!

Quais são essas dicas? Iremos te explicar!

Mas antes, você já conferiu nossa página de promoções? Apenas lá você encontrará as principais promoções de RPG do Brasil – como por exemplo, o recém-lançado livro-jogo O Porto do Perigo por R$ 18,00!

Preparação no RPG
Créditos: Companhia Os Barbixas de Humor

O primeiro passo que deve ser feito é assistir o vídeo abaixo. Acredite ou não, tudo o que falaremos nessa postagem irá girar em torno desse vídeo. Ele possui apenas minutos, é tranquilo de assistir e você ainda vai dar umas boas risadas.

Agora que você já viu o vídeo, podemos partir para nosso artigo:

Prepare menos. Em vez disso, improvise

Ué, mas porque irei improvisar se eu já tenho toda a minha sessão preparada?

Muitos mestres, principalmente os iniciantes, acabam por cair na falácia de que preparar todos os pontos da sessão irá torná-la muito melhor. Não é bem verdade.
Na verdade, pode ocorrer o efeito inverso: você estará muito concentrado em manter a narrativa que você criou. Quando um jogador sugere um curso de ação que vai contra seu planejamento, você estará propenso a dizer “não”.

Oras, se eu permitir que algo fora do meu planejamento aconteça, tudo o que planejei vai pro espaço!

É exatamente por isso que você deve parar de preparar tanto suas sessões e improvisar mais. Temos alguns bons motivos para que você pare de fazer isso imediatamente:

  • A preparação induz mais preparação: quanto mais você prepara, mais você encontra lacunas que sua preparação não cobriu. A consequência disso? Mais preparação. No fim da sessão, você irá perceber que utilizou apenas 10% de toda a preparação que você criou.
  • Você torna a história do jogo, a sua história: Quando você determina todo o curso de ação, a história já está criada por você, e os jogadores deixam de se tornarem protagonistas e se tornam objetos de sua trama, tal como em uma novela.
  • Você remove o protagonismo do jogador: Vamos supor que o jogador X criou uma grande solução para escapar daquela luta que você planejou por quatro horas. O que você irá fazer? Irá permitir que um jogador estrague seu planejamento, transformando sua preparação de quatro horas em uma verdadeira perda de tempo? Você dirá não e continuará contando seu conto de fadas. Você passou a ser o protagonista da história. Os jogadores não possuem nenhum poder de decisão em sua mesa. A tendência disso é que eles se tornarão jogadores frustrados.
  • Concluindo, RPG não é stand-up: stand-up é um show humorístico protagonizado por um único cara (o humorista), que costumeiramente conta passagens divertidas de sua vida. Quando você planeja demais, você acaba se tornando o humorista, e seus jogadores, a sua plateia. Não importa a vontade deles por tal estímulo que você criou, a história é sua e ela não será modificada.

Faça aquilo que seus jogadores desejam

Bom, você deve ter percebido que os humoristas que participam do grupo Os Barbixas são talentosos, então por que raios eles aceitam sugestões da plateia? É simples: quando eles aceitam as sugestões da plateia, eles criam situações inesperadas, e, devido a isso, a chance da plateia se divertir com o inesperado é muito maior. E é justamente por isso que você deveria improvisar mais: quando você não tem uma ideia formulada sobre a sessão, você tende a aceitar mais as ideias que seus jogadores propõem. E, normalmente, as ideias propostas pelos jogadores são ações que eles gostam e querem inseridas na mesa. Quando você insere esses pensamentos no seu jogo, você fará seus jogadores ficarem mais contentes.

Aprenda a não dizer “não”

Vejam o primeiro tema colocado no Cenas Improváveis: Piores momentos para soltar o gritinho do Michael Jackson.

É um tema ruim, não é mesmo? Eles poderiam chegar pro narrador e falar “não, não dá pra fazer cena com isso. Passa essa bagaça e pega outro papel”. Mas sabe por quê eles não fazem isso? Porque é isso que o o público quer. Você deveria fazer o mesmo com a sugestão de seus jogadores.
Em termos de RPG, isso não quer dizer que você deve dizer sim para tudo. Existe uma linha tênue entre um jogo permissivo e uma bagunça generalizada, sendo que esse último você deve evitar (a menos que seus jogadores curtam uma zoeira). Você deve dizer sim aos jogadores, mas também deve apresentar consequências dessas ações. Por exemplo:

Jogador: Mestre, posso chegar furtivamente por trás desse guarda e assassiná-lo?

Mestre: Pode sim. Mas há outros três guardas que estão fazendo parte da ronda. Se você fizer isso desta forma, você irá chamar a atenção deles.

Notou que eu deixei o “desta forma” em negrito. Dizendo isso, você fala para seu jogador que a sua ação trará consequências, sejam elas graves ou não. Mas você deixa claro que ele pode fazer a mesma ação de outras maneiras. Isso estimula a criatividade do jogador, e ele ficará feliz por sua ação ser possível e por você, mestre, ter contribuído com seu pensamento.

Partilhe sua história

Sabe porque o público que vai a um show do grupo “Os Barbixas” saem contentes com o que viram no teatro? A resposta é simples: eles não estão apenas pagando para o show, eles estão participando do show. Sempre leve isso em consideração em suas sessões: você não pode contar a história do seu jogo sozinho, partilhe com os jogadores essa missão. Desde nomes de NPC (e até os próprios NPC’s), itens mágicos e suas histórias, lojas de uma cidade e por aí vai.

Delegue

O grupo Os Barbixas permite que o público crie os assuntos que eles irão tratar no show. O nome disso é delegar. Eles estão passando a responsabilidade de criação do conteúdo do show deles para outras pessoas. Isso permite que eles se preocupem com as coisas mais importantes para eles, seja no dia a dia como também nos dias de shows. E você deveria fazer isso também!

Você realmente precisa controlar a iniciativa? Você precisa controlar o processo de compra de itens? Você precisa ficar controlando a CD de testes? Você precisa controlar se um determinado ataque acertou ou não o seu monstro? Delegue tudo isso para os jogadores!

Você irá se desafogar de problemas triviais e pode manter sua cabeça pensando no que é mais importante em seu jogo! Parece ser um procedimento simples, mas isso aumenta a qualidade do seu jogo. E, além disso, seus jogadores irão se sentir mais úteis!

Se prepare para improvisar

Ué, mas você não falou que eu não deveria me preparar

Sim, falei. Mas aqui o contexto é outro: você não pode ir para uma sessão de mente vazia. Como você irá inserir elementos novos em sua narrativa se você não tem nada em sua cabeça?
Tome como exemplo Os Barbixas: eles nunca partem para um show de mente vazia. O que o público sugere é um estímulo para que eles possam agir, mas eles devem ter algo em mente para poder transformar esse estímulo em ação. E o que eles tem em mente?

  • Experiência de outros shows;
  • Experiência de vida;
  • Ideias não formuladas;
  • Shows de outros humoristas que assistiram;
  • Coisas do cotidiano (como notícias e Redes Sociais).

O que você pode fazer para se preparar melhor:

  • Ler livros de fantasia;
  • Jogar Video Game (uma fonte inestimável de ideias);
  • Ver streams de RPG;
  • Buscar imagens na internet;
  • Ouvir músicas (nesse link recomendo muitas músicas para RPG);

Dessa forma, você sempre terá ideias na sua cabeça para responder corretamente aos estímulos de seus jogadores!

Gostou das dicas? Isso melhorou o seu jogo? Deixe sua opinião nos comentários!

E se você gostou, não se esqueça de nos acompanhar em nossas mídias sociais!
Você pode nos acompanhar no Facebook, no Instagram ou no Twitter. Caso você prefira vídeos, você pode nos seguir na Twitch ou no Youtube!

Até a próxima!

Wizkids expande parceria com a Wizards of the Coast

Wizkids expande parceria com a Wizards of the Coast

Novas miniaturas para Dungeons & Dragons chegarão aos mercados em breve: a Wizkids expandiu sua parceria com a Wizards of the Coast!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s