Cthulhu Britannica publicações

Cthulhu Britannica e World War Cthulhu voltarão a ser publicados!

Publicado por

Desta vez, a Chaosium será a responsável pela publicação!

Faz quase cinco anos desde que a Cubicle 7 deixou de publicar as linhas Cthulhu Britannica e World War Cthulhu, ambas voltadas para a sexta edição de Call of Cthulhu (ou Chamado de Cthulhu, em português). Se você era fã de alguns destes jogos, pode comemorar: estas linhas voltarão a ser publicadas!

Todavia, não será a Cubicle 7 o estúdio responsável pela publicação dos títulos. Ambas as linhas deixaram de serem publicadas pela editora em 2017, após acordo mútuo entre o estúdio irlandês e a Chaosium (detentora dos direitos de publicação de Call of Cthulhu). Desde então, nenhum título havia sido publicado. Até agora.

O Tarokka Deck e os baralhos de magia de Dungeons & Dragons estão disponíveis em português!
Conheça mais sobre o baralho nesta publicação!

Na última semana, Michael O’Brien (vice-presidente da Chaosium) anunciou a aquisição das duas linhas de jogos. Embora ainda não haja previsão de quando os primeiros títulos serão lançados, o vice-presidente da Chaosium informou que alguns dos títulos publicados pela Cubicle 7 serão atualizados para a última edição do sistema (sétima edição), contando com nova diagramação e ilustrações. Ainda, O’Brien deixou claro que novos títulos serão publicados para ambas as linhas.
Vale lembrar que a sétima edição de Chamado de Cthulhu foi publicada no Brasil, pelas mãos da New Order Editora.

Cthulhu Britannica, como o nome deixa claro, apresenta os mitos de Cthulhu nas ilhas britânicas. Entre ambientações, acessórios e aventuras prontas, a linha recebeu doze títulos entre 2009 e 2017. Já World War Cthulhu introduz Cthulhu e outros seres alienígenas no maior conflito bélico da história e nos eventos que o sucederam (como a Guerra Fria). Ao todo, oito títulos foram publicados pela Cubicle 7 entre 2013 e 2017.

Sobre Chamado de Cthulhu

Call of Cthulhu teve sua primeira edição publicada em 1981, pela Chaosium Inc. (editora que publica os RPGs da linha até os dias atuais), sendo que a sétima e mais recente edição foi publicada em 2013. As mecânicas do jogo são baseadas no sistema BRP – Basic Roleplaying, onde dados de porcentagem definem sucessos e fracassos. Para cada perícia de investigador, é atribuído um número entre 0 e 100. Quando um teste é requerido, você rola um d100 (soma de um dado de dez faces e um dado de porcentagem, d%, ou simplesmente dois dados de dez faces, com cada dado representando unidade e dezena, respectivamente) e compara com o atributo testado.

Se o resultado do dado for menor que o seu valor no atributo, você foi bem sucedido na tarefa. Ainda, um determinado teste pode ter dificuldades variadas – a dificuldade mais complexa exige que você obtenha um valor equivalente a 20% do seu valor em determinada perícia (portanto, se você possuir 80 em Antropologia, será necessário obter 16 ou menos em um teste com a dificuldade mais alta).

O grande charme de Chamado de Cthulhu é a variada ambientação disponível para o sistema. Embora muitos dos jogos baseiem-se na década de 1930, existem ambientações antigas (como Cthulhu Dark Ages) e modernas (tal como Nocturnum).

Publicações mais recentes

Vencedores Ennies 2021

Ennies 2021: conheça os vencedores do “Oscar” do RPG!

Confira os vencedores da principal premiação do RPG do mundo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s