Feedback no RPG

Mestre: peça feedback!

Publicado por

Feedback? O que é isso?

Feedback é um termo em inglês cuja tradução literal significa retroalimentação – mas o termo é tão esquisito que, no mundo dos negócios, é utilizado o termo original, feedback, o que pode confundir muitos sobre a real utilidade da ferramenta.

Nós podemos definir feedback como uma opinião de terceiros a alguma ação sua (como um erro ou uma atitude negativa ou positiva), com o intuito de corrigir falhas e aprimorar o desempenho de um colaborador. O feedback possui diversas utilidades, mas falaremos ao longo desse post sobre as duas mais importantes para o RPG :

  • Propor ações corretivas.
  • Conciliar expectativas.

Mas antes, você já conferiu nossa página de promoções? Apenas lá você encontrará as principais promoções de RPG do Brasil – como por exemplo, a edição nacional do Tome of Beasts por R$ 150! São 400 novos monstros para D&D 5ª edição!

Feedback RPG
Ilustração de domínio livre disponível no site Public Domain Pictures.
Link da imagem

Pra que pedir feedback?

É natural do ser humano errar, e em muitas das vezes, nós não temos noção de que estamos cometendo um erro – seja em âmbito profissional ou pessoal, como na frente de um grupo de RPG. Com o feedback, você terá a chance valiosa de saber o que os seus jogadores estão pensando sobre as suas sessões de jogo.

E isso é extremamente relevante para detectar falhas que você, mestre, está cometendo! Muitas das mesas terminam prematuramente porque os jogadores não estão gostando da forma como as sessões estão sendo conduzidas – e isso não envolve apenas a narrativa: regras da casa, história do jogo e combates podem ser alguns dos mais diversos motivos pelos quais seus jogadores não estão gostando de sua campanha.

O segundo motivo pelo qual o feedback é importante no RPG é para conciliar as expectativas de seus jogadores com as suas. Já comentamos que RPG é um jogo de história compartilhada, portanto, você e seus jogadores deverão criar uma história dentro do jogo. E as vezes, nem sempre o tipo de história que você quer contar é a história que seus jogadores querem participar. Portanto, o feedback ajuda a identificar tais desvios e você, como Mestre, pode propor melhorias para tornar a campanha mais agradável.

Um exemplo: em uma de minhas campanhas, por conta da história que foi criada ao decorrer dos jogos, a campanha inclinou-se a ter doses de intriga política e narrativa heroica/fantástica. No entanto, ao recolher o feedback, pude notar que meus jogadores queriam mais caças ao tesouro e exploração de novos locais. Claro, isso pouco tem haver com a história que já foi criada, mas posso propor algumas mudanças para que a expectativa de meus jogadores seja atendida.

Quando pedir o Feedback?

O ideal é sempre pedir o feedback no término da sessão, quando a mente dos seus jogadores ainda está fresca com todos os acontecimentos da sessão. Após esse período, a qualidade do feedback pode ser prejudicada por conta do esquecimento. Porém, caso não haja outra alternativa, concentre-se em absorver os feedbacks que são dados após ter passado alguns dias da sessão: para algo ficar marcado no jogador por tanto tempo, certamente é algo relevante para ele.

Absorva o Feedback

É da natureza do ser humano entrar em modo de defesa quando atacado ou contrariado, contra-atacando aqueles que o criticam ou defendendo-se tão bem quanto uma tartaruga dentro do casco. Independentemente se sua defesa for convincente ou não, jamais cometa tais atitudes! No calor do momento, é muito difícil para qualquer pessoa agir de forma racional e, consequentemente, se perdendo em seus argumentos.

Absorver o feedback é a parte mais importante e crítica do processo. Vai ser duro engolir um feedback negativo quieto, mas faz parte do processo. O importante aqui é ouvir o que seus jogadores tem a dizer e reservar um tempo para pensar nas críticas recebidas e refletir se as críticas possuem fundamento. Caso positivo, reserve mais tempo para buscar a solução.

Nem todo feedback é válido

O que muitas pessoas esquecem (até mesmo no campo empresarial, onde a prática de feedback é mais difundida) é que nem todo feedback é válido, ou seja: nem todos os feedback que irá receber terão fundamento ou serão concretos (ou até mesmo verdadeiros). Quanto a isso, não há dicas: você como mestre precisará ter a noção de quando o feedback é válido ou não. Se o feedback não for válido, é interessante você comunicar isso aos jogadores – talvez eles te façam mudar de ideia.

Um exemplo sobre feedbacks que não são válidos: há algum tempo atrás, tive uma sessão com 6 jogadores, onde dois deles estavam ingressando na campanha pela primeira vez. Os dois jogadores que iniciaram nessa sessão começaram a sessão bem distante dos outros quatro personagens, então, me aproveitei de um gancho da história, informei a missão que os demais personagens estavam fazendo e eles se dirigiram ao local. Depois disso, toquei o combate dos outros 4 jogadores e logo os outros dois jogadores que iniciaram a campanha naquele dia entraram no combate pouco tempo depois. Um dos jogadores reclamou que não foi feito “travel time“, onde ele queria interagir com o outro jogador que havia iniciado junto com ele. Depois de absorver o feedback, eu o descartei.

Por que fiz isso? A premissa foi simples: os outros jogadores estavam aguardando há mais de 30 minutos para jogarem. Pelo fato de um dos jogadores novos ter perfil Contador de Histórias, ter dado tempo para eles interagirem tomaria mais 30 minutos da sessão, o que seria desmotivador para o restante do grupo que estava aguardando. Ter ignorado a parte do travel time, por mais que fizesse um jogador insatisfeito – fez outros 5 jogadores felizes com o andamento da sessão (inclusive, foi um combate insano de bom).

Ferramentas para pedir Feedback

Existem algumas “ferramentas” que você pode usar para coletar o feedback dos seus jogadores. Nós recomendamos que colete o feedback das seguintes maneiras:

Pessoalmente, após a sessão: Como já dissemos, o ideal é você recolher o feedback direto da fonte, na hora. No entanto, as pessoas mais tímidas podem ficar comedidas em fazer críticas com tantas pessoas em volta.

Seus grupos de RPG: Uma segunda ferramenta para pedir feedback são os meios de comunicação que você possui com seu grupo de RPG – seja no Facebook, Whatsapp, Telegram ou qualquer outro meio que você tenha de entrar em contato com todos ao mesmo tempo. O bom é que você pode responder os feedbacks com mais antecedência quando comparada a uma sessão presencial!

Google Forms: Uma última boa ferramenta para Feedback é o Google Forms! Com ele, você pode criar uma pesquisa e seus jogadores responderão de forma anônima – ajudando os mais tímidos a responderem sem temor de serem repreendidos.

Você pede feedback ao final de suas sessões? Está pensando em introduzir essa ferramenta útil em suas campanhas? Deixe sua opinião nos comentários!

E se você gostou, não se esqueça de nos acompanhar em nossas mídias sociais!
Você pode nos acompanhar no Facebook, no Instagram ou no Twitter. Caso você prefira vídeos, você pode nos seguir na Twitch ou no Youtube!

Até a próxima!

Aventura Sundered Waves

Paizo anuncia linha de aventuras one-shot para Pathfinder 2ª Edição e Starfinder!

A Paizo anunciou uma nova linha de produtos para Pathfinder e Starfinder: aventuras One-Shot. A primeira delas, Sundered Waves, está disponível!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s