Criando mapas de RPG no Photoshop

Criando mapas no Photoshop/Gimp (Continentes)

Publicado por

Quer aprender a criar mapas de qualidade? Acompanhe-nos neste mega tutorial!

Você é mestre/narrador e possui dificuldades em criar mapas? Não se preocupe, caro padawan! Apresentamos nessa postagem um super tutorial sobre como criar mapas nesses dois programas!
E o melhor: Um mapa bonito, mesmo para quem é “marinheiro de primeira viagem”!

Tentaremos ir além e mostrar algumas técnicas e ferramentas que o GIMP ou o Photoshop oferece para melhorar ainda mais seus mapas, assim, você conseguirá obter mapas cada vez melhores conforme a sua progressão no programa, que é muito simples de usar.
Tive a preocupação de deixar em um linguajar que qualquer leigo em computação consiga entender. Se você entende e ficar pensando “caramba, será que alguém não sabe como seleciona uma área?”, pense que nem todos são providos com os conhecimentos que você obteve, então não se irrite.

Vamos nessa?

O D&D Essentials Kit voltou a ser comercializado no Brasil, e com o preço especial de R$ 108,50!

Criando mapas de RPG no Gimp
Esse foi um mapa criado por nós em 2019, dois anos após a publicação do tutorial.
Todas as técnicas exemplificadas nessa postagem foram usadas neste mapa.

Entendendo os editores de imagem

Algo que você precisa saber a respeito do GIMP ou Photoshop é que ambos os editores trabalham com camadas – e a criação de mapas gira intrinsecamente ao redor disto. Para entender melhor como as camadas funcionam, vamos a um exemplo: suponhamos que você possua dois cadernos. Em um dos cadernos, você sempre escreve na frente e no verso das folhas, enquanto que, no segundo caderno, você escreve apenas na parte frontal da folha, deixando o verso em branco. O que acontece se você rasgar a folha dos dois cadernos?
A resposta é simples: Você vai perder muito do que escreveu do primeiro caderno, já que usava as duas faces da folha.

Resumidamente, camada é isso: São diversas folhas onde você pode escrever/desenhar o conteúdo que quiser nela, mas, quando alguma alteração é feita, apenas a camada selecionada é alterada, mantendo tudo o que realizou em outras camadas intacto.

Criando mapas continentais

O mapa de um continente é, sem dúvidas, o mapa mais fácil de se criar no GIMP e certamente o mais rápido de ser confeccionado dentre todas as opções que você pode criar usando ferramentas de edição de imagem. Sendo assim, iniciaremos com ele.

Vale ressaltar que sempre nos referiremos ao GIMP por ser uma ferramenta gratuita, mas, caso use Photoshop, as ferramentas são as mesmas.

Passo 1 – Crie uma imagem em branco

  • O primeiro passo a ser dado é abrir o GIMP , e a primeira vista o tanto de opções que ele oferece assusta. Mas vamos facilitar um pouco sua vida.
  • Vá no menu Janelas e ative o Modo de Janela Única. Habilitando o Modo de Janela Única, todas as ferramentas estarão disponíveis nesse menu, poupando-o de ficar procurando as ferramentas nos sub-menus. Ele agora estará similar à imagem abaixo:
Essa é a tela inicial do GIMP. Não se assuste: ele é mais fácil de se manusear do que você imagina!

Após ver a tela inicial, clique em Arquivo > Nova
A tela abaixo deve surgir, e é muito importante que você mude a opção “Preencher com” para Transparência (A opção está escondida em Opções Avançadas). Você pode escolher qualquer tamanho inicial para seu mapa, mas opte por tamanhos maiores apenas quando for abordar continentes inteiros, grandes cidades ou regiões. Do contrário, opte por tamanhos como 1000×1000 e semelhantes.

Caso você queira criar mapas para serem utilizados no Roll20, tenha em mente que cada quadrado no Roll20 mede 70x70px. Dessa forma, se você quer criar um mapa com 20×20 quadrados, o tamanho deverá ser 1400 x 1400.

Voltando ao assunto: Quando você apertar o botão OK, uma tela cheia de quadrados cinza claro e cinza escuro deverá surgir. Agora sim, começaremos a desenhar nosso mapa!

Passo 2 – Crie a Estrutura

O primeiro passo para a criação de qualquer mapa é a criação da sua estrutura. A estrutura nada mais é que o contorno dos continentes ou o desenho das ruas. É por meio dessa estrutura que basearemos todo o nosso mapa. Você não precisa se preocupar com terrenos ou coisas do tipo, apenas o desenho do continente importa por ora.
Para começar, escolha a ferramenta Pincel, coloque tamanho 20, cor Preta e Pincel Nº 02 – Hardness 025, igual a foto abaixo:

Essas são as configurações de pincel que utilizamos. Conforme você adquirir prática, você pode substituir estas opções por aquelas de seu agrado!

Agora que o pincel está configurado, comece a desenhar os continentes livremente, ao seu gosto. Caso queira criar linhas retas, clique no lugar de origem da reta, segure Shift e clique no local onde a linha terminará com o botão esquerdo.
Caso tenha cometido algum erro, use a borracha (símbolo rosa da imagem acima).

Por fim, nomeie essa camada (menu direito) como Estrutura.
Seu mapa deve estar dessa forma:

Não tenha medo de errar: essa é apenas a estrutura básica.

Passo 3 – Colocando a primeira parte do terreno

O nosso próximo passo é colorir nosso mapa, colocando o terreno. Começaremos pelo mar que certamente é o que mais ocupa espaço. Aqui temos três formas de preenchê-lo com o oceano:

  • Forma 1: Você pode ir no Menu de Camadas (localizado à direita, símbolo de três quadrados brancos), Botão Direito, Nova Camada e apertar OK. Uma nova camada surgirá, clique duas vezes sobre ela e renomeie-a como Mar. Ela deverá surgir acima da Camada Estrutura, então, segure a Camada Estrutura e arraste-a de modo que ela fique acima da camada Mar. Agora, pegue o Balde de Tinta, escolha uma tonalidade de Azul e clique sobre qualquer lugar do mapa.
  • Forma 2: Você pode pegar uma imagem de mar qualquer na internet e colar direto no GIMP. No menu de Camadas, irá surgir uma camada chamada Seleção Flutuante (Camada Colada). Clique duas vezes sobre ela e renomeie-a como Mar. Se o mar não ocupar o mapa inteiro, selecione a ferramenta Redimensionar (símbolo de um quadrado menor com uma seta apontada para um quadrado grande, ou vá em Ferramentas > Ferramentas de Transformação > Redimensionar) e ajuste o mar para ocupar o mapa inteiro. Mas, o mar ficou posicionado de forma que a estrutura que você desenhou sumisse. Vá no menu de camadas à sua direita, clique na camada Estrutura e arraste-a de forma que ela fique acima da camada Mar.

Dica: Se o mar que você encontrar for muito pequeno, ele provavelmente ficará retorcido após você redimensioná-lo. Para resolver isso, você pode colar o mar no tamanho original, colá-lo novamente (irá ficar duas camadas de Mar, uma em cima da outra), mover uma delas para o lado da figura original, fazendo um mar um pouco maior. Vá no menu de Camadas, selecione o mar que está mais acima, clique com o botão direito e clique na opção Combinar Abaixo. Você notará que a camada com os mares se unirá. Assim que fizer isso, certifique-se de que está na nova camada de mar, aperte Ctrl + C (comando de Copiar) e Ctrl + V (comando de Colar). Você perceberá que ele colou o novo mar gerado, do tamanho da nova camada. Repita o processo de mover e combinar camadas, até que o mar preencha todo o mapa. Não esqueça de, no final, mover a camada Estrutura para cima, sobrepondo-se às outras.

Seu mapa deve estar assim agora:

Note no canto superior direito que, devido ao posicionamento das camadas, a estrutura sobrepõe o mar, ficando visível.

Parte 4 – Colocando a segunda parte do terreno

Agora iremos colocar o segundo terreno desejado – que, no nosso caso, será as geleiras e o deserto gelado na parte inferior do meu mapa. Você pode proceder das seguintes formas:

  • Forma 1: Da mesma forma que no Passo 3, crie uma nova camada com o nome de seu novo terreno, porém, posicione a camada entre o mar e a estrutura. Agora, selecione com uma das ferramentas de seleção (quadrado, circular ou livre) apenas as áreas que deseja cobrir (não se preocupe se a área selecionada ficar maior do que a área que você deseja cobrir). Você pode cobrir o mapa inteiro caso deseje (assim como fez com o mar), mas perderá tempo com isso.
    Após ter selecionado a área que será preenchida com o segundo terreno, clique no Balde de Tinta e, em Opções de Ferramenta (abaixo das ferramentas), na parte de Áreas Afetadas, selecione Preencher Toda a Seleção. Escolha a cor que deseja e pinte a área selecionada.
  • Forma 2: Da mesma forma que no Passo 3, pegue na internet a imagem com terreno desejado e cole no GIMP. Renomeie-o com o nome do terreno escolhido e redimensione-o de forma a caber apenas na área que você deseja que ele fique. Coloque a camada com tal terreno entre a Camada Estrutura e a Camada Mar.

Seu mapa deve ficar dessa forma:

Note que a neve sobrepõe o mar, mas não sobrepõe a estrutura.
Como mencionamos, não se preocupe com as áreas que não deveriam ser ocupadas. Iremos resolver isso em breve.

Dessa vez, ainda não acabamos: certifique-se que está na camada com o terreno que acabou de aplicar, escolha a ferramenta Borracha e apague os locais que o terreno está ocupando e que não deveria ocupar (como está acontecendo com o mar, no nosso caso). Deixe a borracha com um tamanho grande para apagar a maior parte e vá diminuindo seu tamanho para fazer o acabamento.
Dica: Quando selecionar a ferramenta Borracha, vá nas Opções de Ferramentas e não selecione a Caixa de Texto Borda Dura. Assim, a borracha irá apagar menos do que deveria, te permitindo apagar com mais cautela.

Agora, nosso mapa deverá estar assim:

Após apagarmos o excesso de neve, o mapa ficou desta forma.

Parte 5 – Aplicando os demais terrenos

Agora que você entendeu como aplicar os terrenos, o que você deve fazer é replicar este aprendizado nos demais terrenos. Irei colocar as imagens para que vocês não se percam:

Escolhemos uma imagem de areia na Internet, colei no mapa, redimensionei para ocupar as áreas que eu queria e, com a borracha, fui apagando as áreas indesejadas.
Da mesma forma que a areia, encontramos uma imagem de regiões rochosas na Internet, redimensionei para ocupar o continente inteiro e apaguei as partes indesejadas. Note que deixei a Camada de Areia por cima da camada de Montanhas, para não ter o trabalho de ficar apagando mais coisas.
Criando Mapas de RPG no Gimp
Por último, escolhemos uma imagem de grama na Internet, redimensionei para ocupar o mapa inteiro e apaguei as partes indesejadas. Coloquei a neve por cima das demais camadas para que ela fique visível na parte sul do continente, deixei a areia por cima das demais e coloquei a grama por cima da montanha, para que não precisasse ficar apagando as montanhas. Note que o mapa começa a tomar forma.

Parte 6 – Aplicando efeitos

Seria plenamente possível utilizar o mapa da forma como ele está, mas podemos caprichar mais para que ele se torne mais atrativo. Iremos dar algumas dicas de como melhorá-lo – todas as sugestões foram aplicadas no nosso mapa. A descrição de cada ferramenta descrita abaixo estará no final desta parte.

1- A última ferramenta do GIMP se chama Sobreposição/Superexposição. Enquanto que a Sobreposição clareia a imagem, a Sobreposição escurece. Use-a para criar alguns efeitos, tais quais:

  • Deixar a neve mais clara.
  • Diferenciar a água da costa (clara), água rasa (meio termo) e água profunda (escura).
  • Deixar o deserto mais claro.
  • Deixar a região montanhosa mais escura.

2- Você pode usar a ferramenta Cores (no menu de cima) para aplicar alguns efeitos bacanas, como dar uma tonalidade mais viva para o mar. De uma forma mais esdrúxula, esse menu serve como o menu de cores de sua TV, podendo mudar brilho, contraste, entre outros.

3- Você pode usar a ferramenta de Clonagem (símbolo do carimbo) para clonar algo da imagem ou para disfarçar linhas do mapa (exemplo, quando você copia uma imagem por cima da outra, uma linha as separa). Aperte Ctrl + Botão Esquerdo na área que deseja reaplicar em algum outro lugar, e clique no botão esquerdo na área que precisa ser repaginada. Se clicar e arrastar o mouse, a área de clonagem se moverá junto, podendo clonar uma área inteira. Soltando o botão esquerdo, a área de clonagem voltará a região pré-determinada por você.

4- Você pode usar a ferramenta de Borrar (símbolo de uma mão) para disfarçar linhas e deixar o mapa menos artificial. Basta arrastar o mouse no sentido que quiser, que será feito um borrão com a cor da área que o mouse estava quando iniciou o borrão.

5- Você pode desfocar um terreno de menor relevo usando a ferramenta de Desfocar/Deixar Nítido (símbolo de uma gota).

6- Usando o Aerógrafo, você pode pintar com pressão variável, podendo ser usado para escurecer algumas regiões, como a região das florestas.

Todas as ferramentas citadas estão listadas na imagem acima!

Após essa rodada de tratamento de imagem, nosso mapa ficou desta forma:

Criando mapas de RPG no Photoshop
Quase um mapa de verdade, não?

Passo 7 – Adicione marcadores e fontes

Já estamos na parte final do nosso mapa (rápido, não é mesmo?), falta apenas colocarmos os Marcadores e Fontes. Para fazer os marcadores, abra o Paint e repita os processos abaixo:

  • Para criar marcadores de cidades, faça um círculo e preencha-o com a cor preta;
  • Para criar marcadores de grandes cidades ou capitais, faça um círculo com o contorno na cor preta e faça um outro círculo menor dentro dele, preenchendo-o com a cor preta;
  • Salve a imagem do paint, clique em cima dos dois arquivos com o botão direita, vá até a opção “Abrir com” e escolha o GIMP. As duas imagens aparecerão no programa.
  • Use a Ferramenta de Seleção Contínua (ao lado da Seleção Livre, símbolo de Varinha Mágica) e clique Shift + Botão Esquerdo no círculo interno e no círculo externo do marcador de Capitais. Você notará que ambas as regiões pintadas de preto serão selecionadas. Aperte Ctrl + C para copiar.
  • Passando para o mapa, crie uma nova camada chamada Marcadores e coloque-o por cima da camada Estrutura. Clique na ferramenta Lápis, e, abaixo da Opacidade, há o formato do pincel. Clique no símbolo do pincel (normalmente um círculo escrito Hardness xx) e clique no primeiro ícone chamado Área de Transferência. O traço comum do lápis será substituído pelo marcador que copiou da imagem que criamos no Paint. Aumente o tamanho do traço para que não fique muito pequeno e coloque os marcadores onde ficariam as maiores cidades do seu reino. Depois, use a Seleção Contínua novamente, clique no marcador de Cidades, copie-o e repita o processo.

Após este processo, faltará apenas a fonte. Recomendo que escolha uma fonte no Google Fonts (há algumas fontes bem maneiras que soam como medieval) e comece a escrever o nome de suas cidades. Se quiser ser caprichoso, procure uma Rosa dos Ventos, copie-a no GIMP da mesma forma que fez com os Marcadores e cole no seu mapa.

Após terminar, seu mapa estará quase pronto. Falta apenas o toque final: Lembra-se da Camada Estrutura que serviu de base para construirmos nosso mapa? Ao lado das camadas, há um pequeno olho. Clique no olho referente à camada Estrutura e ela sumirá. Pronto, agora seu mapa está pronto!

O mapa final ficou assim:

Criando mapas de RPG
Agora sim, um mapa de verdade!

E é isso, pessoal! Ficou com alguma dúvida?
Não hesite em usar nosso campo de comentários para deixar sua dúvida. Tentaremos respondê-la o quanto antes!

E se você gostou, não se esqueça de nos acompanhar em nossas mídias sociais!
Você pode nos acompanhar no Facebook, no Instagram ou no Twitter. Caso você prefira vídeos, você pode nos seguir na Twitch ou no Youtube!

Até a próxima!

5º Título de Dungeons & Dragons em 2021

D&D: 5º livro de 2021 será lançado entre setembro e novembro!

Contrariando os anos anteriores, teremos cinco títulos de D&D publicados em 2021 – e com possíveis surpresas!

Unearthed Arcana Mages of Strixhaven Tradução

Unearthed Arcana – Magos de Strixhaven

A Unearthed Arcana Magos de Strixhaven apresenta cinco novos arquétipos baseados na Universidade da Magia de Arcavios!
O documento traduzido está disponível neste artigo!

Marvel RPG

Novo RPG para o universo Marvel é anunciado!

Homem-Aranha, Pantera Negra, Thor, Wolverine…agora você conseguirá replicar as características e habilidades destes heróis em Marvel Multiverse Role-Playing Game, novo RPG voltado para a franquia, que será lançado no próximo ano!

D&D em Português!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s