Strixhaven: A Curriculum of Chaos Preview

D&D Live 2021: mais informações de Strixhaven e The Wild Beyond the Witchlight são reveladas!

Publicado por

Conheça mais sobre os títulos que serão lançados em novembro e setembro, respectivamente!

Demorou, mas finalmente saiu: após lermos mais de 20 publicações internacionais e horas de vídeos, lhe apresentamos todas as informações que foram reveladas durante a D&D Live 2020 acerca de The Wild Beyond the Witchlight: A Feywild Adventure e Strixhaven: A Curriculum of Chaos.
Lembrando que a D&D Live 2021 revelou mais um título: Fizban’s Treasury of Dragons. Acesse este link para ler nossa publicação acerca deste livro específico.

Strixhaven: Curriculum of Chaos

Strixhaven: Curriculum of Chaos é um cenário de campanha, que será publicado em 16 de novembro de 2021. O cenário se baseia na Universidade Strixhaven, uma academia de magia localizada em Arcavios, um plano de Magic: the Gathering. Este é o terceiro crossover entre as franquias no universo de Dungeons & Dragons – Ravnica e Theros também foram adaptados para a quinta edição do maior RPG do mundo através dos livros Guildmaster’s Guide to Ravnica e Mythic Odysseys of Theros.

O livro apresentará regras para introduzir a Universidade Strixhaven em outros planos de existência, além de apresentar uma campanha que se passa durante os quatro anos de graduação na universidade – os personagens começam como aprendizes no 1º nível e evoluirão na campanha conforme progridem em seus estudos. Apenas após o término do 1º ano, os personagens poderão se atrelar a uma das cinco faculdades da academia: Murchaflor, Platinopena, Prismari, Quandrix e Sapioforte. Mas, para isso, os personagens terão que ser bem sucedidos em exames (tanto físicos, quanto mentais). Mecanicamente, isso se traduz em diversos testes de atributo.

Strixhaven Capa Alternativa
A linda capa alternativa de Strixhaven: A Curriculum of Chaos.

Outra mecânica que fará parte do livro é a de relacionamentos – em especial com outros estudantes do colégio. Os personagens poderão formar alianças com os NPCs do cenário, o que lhes permitirá gozar de alguns benefícios. Eles também poderão ter rivais – no maior estilo filme estadunidense em universidades. Inclusive, pode-se dizer que Strixhaven: A Curriculum of Chaos é o primeiro livro de Dungeons & Dragons que se concentra no período infanto-juvenil: estudar, fazer a lição de casa, interagir em clubes e participar de festas são apenas algumas das atividades que os personagens farão durante sua estadia em Strixhaven.

Estas atividades extracurriculares também se convertem em benefícios mecânicos: se você realizar um teste de atributo que esteja relacionado à atividade extracurricular que pratica, você poderá adicionar um dado adicional no teste (cujo valor não foi informado – tradicionalmente, este dado é um d4).

Vale lembrar que os arquétipos apresentados na Unearthed Arcana Mages of Strixhaven (cuja tradução você encontra neste link), não figurarão no livro. Segundo Jeremy Crawford (rules designer da quinta edição de Dungeons & Dragons), a comunidade não viu com bons olhos os cinco arquétipos no livro (cuja principal inovação era o fator multiclasse: um único arquétipo poderia ser usado em mais de uma classe).

Os fãs da quinta edição amam os arquétipos pelo fato deles apresentarem distinções para uma classe específica. Eles também querem que os arquétipos possam ser usados em tantos cenários quanto possíveis, uma vez que muitos DMs criam seus próprios cenários. Neste caso em específico, havia um problema em disponibilizar arquétipos tão atrelados a um cenário em particular – a universidade mágica de Strixhaven.

Frase de Jeremy Crawford para o portal Comicbook.

Em substituição aos arquétipos, Strixhaven: A Curriculum of Chaos contará com outras opções de personalização, como talentos específicos para cada faculdade e itens mágicos. Um destes itens mágicos é um pequeno compêndio, que contém os poderes de uma determinada faculdade. Outra nova opção exclusiva de Strixhaven é a origem Owlin, uma “coruja humanoide” (que também apareceu em uma Unearthed Arcana, cuja tradução você encontra neste link – mas com o nome de Owlfolk).

Owlin Strixhaven
Os novatos exploram a faculdade de Strixhaven pela primeira vez. À direita, você pode observar um personagem Owlin.

Por fim, o livro contará com um bestiário com mais de 40 criaturas, em especial os cinco dragões que deram origem a cada uma das faculdades. Nesta lista, também teremos novos NPCs e mascotes que dão cara a cada faculdade.

Ficha Técnica

Livro: Strixhaven: A Curriculum of Chaos
Idioma: Inglês
Capa: Capa dura
Nº de páginas: não informado
Data de lançamento: 16 de novembro de 2021
Preço sugerido: US$ 49,99/R$ 260,82
Onde adquirir: Amazon Brasil, Amazon US (versão física); D&D Beyond e Roll20 (versão digital).

The Wild Beyond the Witchlight: A Feywild Adventure

The Wild Beyond the Witchlight: A Feywild Adventure será a próxima campanha oficial de Dungeons & Dragons – a primeira que introduzirá o plano de Faéria (ou Agréstia das Fadas) aos personagens. A aventura será publicada em 21 de setembro de 2021 e foi desenvolvida para personagens entre os níveis 1 e 8. A campanha se inspira no romance Something Wicked This Way Comes, de Ray Bradbury, que deu origem a um filme publicado na década de 1980 (no Brasil, ele foi lançado com o título “No Templo das Tentações”).

Além de Faéria, o livro introduzirá os Domínios do Encanto (tradução livre), uma contrapartida aos Domínios do Pavor presentes no cenário de Ravenloft (vale lembrar que Faéria e O Pendor das Sombras – onde os domínios de Ravenloft se situam – são versões espelhadas do Plano Material). Mas diferente de Ravenloft e seus lordes sombrios, cada domínio de Faéria é regido por uma arquifada. Os domínios dos dois planos possuem uma coisa em comum: seus regentes podem esculpi-lo e alterá-lo ao seu bel prazer.

Antes de embarcarmos nos spoilers da aventura, The Wild Beyond the Witchlight apresentará novas opções para customizar seus personagens. Além de dois novos antecedentes (Perdido em Faéria, para personagens que viveram no plano; e Braço de Witchlight, para funcionários do parque), haverão duas novas origens (ou raças): você poderá desbravar o parque de diversões como uma fada ou como um membro do povo coruja – ambas as raças disponíveis na Unearthed Arcana Folk of the Feywild (cuja tradução você encontra neste link).

Falando em Unearthed Arcana, o Hobgoblin de Faéria também figurou no documento. Christopher Perkins (designer de aventuras da Wizards of the Coast) informou que “ele figurará em outra aventura de Dungeons & Dragons”.

Como acontece com outras campanhas publicadas para a quinta edição de D&D, The Wild Beyond the Witchlight contará com um bestiário repleto de novas criaturas e NPCs. Espere muitas fadas neste apêndice do livro. E uma coruja gigante.

Pantera Deslocadora Filhote
Uma pantera deslocadora filhote – um dos habitantes nativos de Faéria.

Os spoilers da aventura

The Wild Beyond the Witchlight terá como plano de fundo o domínio de Prismeer, cuja principal atração é um parque de diversões. Abaixo, você pode conferir uma sinopse da aventura:

Carnival of Witchlight
O Witchlight Carnival chega a um novo assentamento. Note Mr. Witch e Mr. Light conduzindo a carroça.
Inclusive, você poderá iniciar a aventura em qualquer lugar do multiverso – logo os personagens chegarão em Faéria.

Uma vez a cada oito anos , o fantástico Witchlight Carnival toca o nosso mundo, trazendo felicidade a um assentamento após o outro. Seus donos, os Shadar-Kai Mr. Witch e Mr. Light, sabem apresentar um bom show. Mas há mais nesta mágica extravagância do que os olhos podem enxergar.
Este carnaval é um portal para o fantástico domínio de Faéria, diferente de tudo o que pode ser encontrado no Plano Material. Entretanto, o passar do tempo não foi gentil com este domínio: agora, dias sombrios irão recair sobre o plano, a menos que alguém desmantele o projeto cruel da Laia da Ampulheta.

Sinopse de The Wild Beyond the Witchlight
Mr. Witch e Mr. Light
Os Mister Witch e Mister Light.

Zabillina, a arquifada que rege Prismeer, desapareceu misteriosamente. E em sua ausência, os três reinos que compõem o domínio (Hither, um pântano lamacento; Thither, uma típica floresta de um conto de fadas, recheada de criaturas selvagens; e Yon, uma cadeia de montanhas nebulosas) estão se separando do reino principal, se tornando, efetivamente, subdomínios com suas próprias características distintas.

Domains of Delight
O Palácio do Desejo do Coração, lar da arquifada Zabillina.

O mapa de Witchlight Carnival possui contadores em duas extremidades. O primeiro deles, na parte inferior, é um contador de reciprocidade, nova mecânica desenvolvida para a aventura: em Faéria, as fadas tratam os visitantes da mesma forma que eles as tratam – portanto, abordagens agressivas resultarão em fadas cada vez mais hostis ao grupo. O segundo contador, localizado na parte superior do mapa, pode ser um contador de dias ou horas – na contagem 8, há um aviso: coroação do monarca de Witchlight.

Mapa do Witchlight Carnival
O mapa de Witchlight Carnival. Há também um mapa do domínio de Prismeer.

Falando em reciprocidade, a natureza pura do local permitirá que os personagens finalizem a campanha sem engajarem em um combate sequer – um instinto difícil de superar quando você tem truques ilimitados e bolas de fogo na sua lista de magias preparadas.

Se você é fã do desenho Caverna do Dragão, The Wild Beyond the Witchlight aquecerá seu coração: aproveitando a temática parque de diversões, os designers da aventura inseriram personagens do saudoso desenho animado na campanha. Por ora, as miniaturas criadas em decorrência da aventura denunciam a aparição de três personagens: o feiticeiro Kelek, o guerreiro Warduke e o paladino Strongheart. Se é um fan-service ou uma aparição, de fato, relevante, só descobriremos em setembro de 2021.

Inclusive, a famigerada montanha-russa que dá origem ao desenho também é uma das atrações do parque. Outra aparição é o palhaço Thaco, uma alusão à mecânica THAC0 (To Hit Armor Class 0), utilizada para mensurar se um golpe o atingiu ou não nas primeiras edições de Dungeons & Dragons – entenda-o como a mecânica antecessora da CA, ou Classe de Armadura.

Ficha Técnica

Livro: The Wild Beyond the Withlight: A Feywild Adventure
Idioma: Inglês
Capa: Capa dura
Nº de páginas: não informado
Data de lançamento: 21 de setembro de 2021
Preço sugerido: US$ 49,99/
Onde adquirir: Amazon Brasil, Amazon US (versão física); D&D Beyond e Roll20 (versão digital)

Publicações mais recentes

Vencedores Ennies 2021

Ennies 2021: conheça os vencedores do “Oscar” do RPG!

Confira os vencedores da principal premiação do RPG do mundo!

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s